O que leva uma pessoa a ser viciada em futebol?

Artigos

Briga entre torcidas na partida entre Atlético-PR e Vasco

 

Criado há mais de um século atrás, o futebol é o esporte mais famoso em todo o mundo. E continua muito popular atualmente. Basta ver as transmissões pela televisão, os patrocínios, os contratos milionários e a repercussão enorme das partidas nas redes sociais. Mas o que faz o futebol ser um esporte tão popular? Existe uma lógica por trás de tantas pessoas viciadas neste esporte?

Primeiramente, devo confessar que eu também já fui viciado em futebol. Primeiro, quando tinha aproximadamente sete anos de idade. E depois, no fim da adolescência, por volta dos dezessete anos. Nesta segunda vez, fiquei uns bons anos acompanhando o universo futebolístico. Partida a partida, cada contratação, resultados do futebol no Brasil e no mundo. Vibrava a cada lance e assistia e ouvia sempre os programas esportivos. Ficava empolgado com os novos jogadores, os esquemas táticos (3-5-2, 4-3-3, 4-5-1 e etc.), os novos uniformes, as novas pesquisas de quem tem mais torcida, o novo reforço milionário de uma grande equipe popular.

Mas pouco a pouco fui perdendo o interesse. E quando foi? A resposta é simples: foi justamente quando comecei a perceber os ‘’podres’’ que habitam neste esporte tão popular entre a grande massa. Um time estava bem e do nada começava a perder. Mais o que seria? Depois se descobria que os jogadores estavam implicados com o treinador ou tinham um mal relacionamento com o preparador físico. Daí, combinavam entre si de perderem quantos jogos fosse preciso, até o treinador ou o preparador ser demitido. Às vezes, até a diretoria entrava no meio das coisas. O jogador não estava satisfeito com este ou aquele dirigente, e começava a fazer corpo mole.

Outro fator ridículo neste mundo do futebol é justamente a burrice sem fim de alguns dirigentes. Eles deixam de cuidar de suas próprias empresas para comandar os clubes, e muitas das vezes, de forma patética e absurda, tiram dinheiro do próprio bolso para botar no clube. Sem receber nada em troca.

Mais um fato interessante, e até trágico: o time vai bem em uma temporada e depois, por pura incompetência da diretoria, afunda-se em um mar de crises sem fim. É bizarro ver um time ser campeão brasileiro em um ano, e no outro, a mesma equipe vitoriosa lutando para se manter na divisão da qual pertence.

Aí quando você pensa que não pode piorar, piora ainda mais. As brigas de torcida! O time começa a perder para o maior rival, os sentimentos explodem, e o resultado é um verdadeiro quebra-quebra entre os torcedores rivais. Não bastasse isso, às vezes a torcida briga entre si. Em muitos casos, o torcedor, em forma de protesto ao mal resultado no jogo, arranca um banco do estádio ou pratica outro ato deplorável qualquer, e advinha quem é punido? Não, o torcedor não, o clube. Ou seja, a instituição não tem nada a ver com a personalidade imbecil do torcedor, mas paga assim mesmo, perdendo o direito de ser o mandante dos jogos, ou até mesmo, jogando com o estádio vazio, sem direito à torcida.

Analisando estas e tantas outras idiotices do mundo do futebol, você para e pensa: será que compensa continuar acompanhando um esporte tão cheio de altos e baixos? E a resposta é fácil: isso é algo pessoal. Mas do meu ponto de vista, não. Não compensa acompanhar o universo do futebol. Em um mundo com tantas coisas mais interessantes para se fazer, como assistir a filmes; acompanhar séries; ler bons livros; ouvir música; namorar; viajar; apreciar à arte da gastronomia etc. O mundo do futebol perde totalmente o espaço.

Parando para refletir e analisando bem no fundo da consciência, o que é o futebol? Bem, é apenas um bando de macho suado, na maioria das vezes analfabetos e ignorantes por escolha própria, correndo atrás de uma bola e na maioria das vezes, estes mesmos homens suados, acabam jogando e não dando a mínima para os torcedores. Eles se importam mesmo é com o salário gordo no final do mês, com a namorada gostosona maria-chuteira, com o novo carro importado e com um futuro contrato milionário em algum clube recém-comprado por um empresário mega bilionário!

Este é o mundo do futebol. Um mundo em que me orgulho de ter saído há muito tempo. Agora acompanho este esporte de vez em quando, apenas para rir, algo como um passatempo.

Mas milhões de pessoas ainda irão passar muita raiva por causa desta bobagem de esporte… por muito e muito tempo. Fico feliz em saber que estou fora destes milhões.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s